Cruz Vermelha Brasileira e Prefeitura de Governador Valadares no combate à febre amarela

20/06/2017 Por: Secretaria de Comunicação e Mobilização Social de Governador Valadares Fotos: Leonardo Ali

Cruz Vermelha Brasileira e Prefeitura de Governador Valadares no combate a febre amarela (3)

A aula na tarde desta terça-feira (20) na Escola Municipal Ivo de Tassis no bairro Turmalina foi um pouco diferente. É que representantes da equipe nacional de intervenção da Cruz Vermelha Brasileira (CVB) estiveram na instituição de ensino para realizar um trabalho no combate à febre amarela.

Assim, através de jogos e brincadeiras os alunos foram levados a pensar sobre o assunto e mudar hábitos e comportamentos. “É de forma lúdica que tentamos estimular crianças e comunidade para se tornarem multiplicadores de informação”, ressaltou Rozana Ribeiro, coordenadora do projeto.

Para Jane Freitas, vice-diretora da escola, ações como esta fomentam novos modos de agir e pensar em toda comunidade. “O processo de integração nas áreas de saúde e educação é muito importante na formação de consciência, assim novas posturas surgem de forma natural, pois há conhecimento da realidade como um todo”, revelou.

A ação faz parte de um projeto da Cruz Vermelha Brasileira que está sendo realizado em cidades/locais com altos índices de infestação do mosquito e consideradas mais vulneráveis. A equipe já passou pelo Espírito Santo e pelas cidades mineiras de Caratinga, Teófilo Otoni, Poté, Novo Cruzeiro, Setubinha, Ladainha e Itambacuri.

Em Valadares, as ações foram direcionadas ao público estudantil e também aos profissionais de saúde. A Cruz Vermelha trabalha com o uso de um aplicativo chamado ODK, que substitui os antigos formulários. E a Prefeitura se interessou em difundir essa ideia na cidade. Com o uso deste aplicativo, que é uma poderosa ferramenta de coleta de dados precisos e em tempo real, é possível, por exemplo, identificar quem tomou ou não vacina.

Cruz Vermelha Brasileira e Prefeitura de Governador Valadares no combate a febre amarela (1)

Nessa terça, pela manhã, no auditório da FIEMG, foi realizada uma capacitação direcionada a 81 servidores do município, que aprenderam a utilizar e trabalhar com a ferramenta ODK para coleta de dados e entrevistas domiciliares. À tarde, 20 destes servidores fizeram o primeiro teste de utilização do ODK. Amanhã, toda a turma, dividida em dois turnos, vai realizar as atividades práticas no bairro Turmalina. O objetivo é, posteriormente, estender o trabalho para outras comunidades mais afetadas.

Cruz Vermelha Brasileira e Prefeitura de Governador Valadares no combate a febre amarela (2)

Leia mais sobre: , ,
Assine nossa newsletter

CURTA-NOS NO FACEBOOK

SIGA-NOS NO INSTAGRAM

  • TERREMOTO NO MXICO Est sem contato com familiares nas reashellip
  • TERREMOTO NO MXICO E TEMPORADA DE FURACES Est sem contatohellip
  • CRUZ VERMELHA BRASILEIRA ARRECADA MAIS DE R 8 MIL NOhellip
  • TERREMOTO NO MXICO E TEMPORADA DE FURACES Est sem contatohellip