Ataque ao comboio de ajuda humanitária na Síria é um ataque contra a humanidade

20/09/2016 Internacionais Por: Movimento Internacional Fotos: REUTERS / Ammar Abdullah

ataque-ao-comboio

O Crescente Vermelho Árabe Sírio (CVAS), o Comitê Internacional da Cruz Vermelha (CICV) e a Federação Internacional da Cruz Vermelha e do Crescente Vermelho (FICV) repudiam o terrível ataque de ontem à noite a um comboio de caminhões que levavam ajuda humanitária para Aleppo, Síria. O bombardeio que alcançou também um armazém do CVAS, em Orem al Kubra, no norte da província de Aleppo, matou 20 civis e um membro do Crescente Vermelho sírio.

O ataque aconteceu quando a ajuda humanitária estava sendo descarregada. Dos 31 caminhões que compunham o comboio, 18 foram destruídos, privando milhares de civis de alimentos e assistência médica necessários para sua sobrevivência.

“Estamos totalmente consternados com as mortes de tantas pessoas, incluindo o nosso colega Omar Barakat. Ele era um membro comprometido e corajoso de nossa família de funcionários que trabalhava, junto com os voluntários, para aliviar o sofrimento do povo sírio. É totalmente inaceitável que nossa equipe  continue a pagar um preço tão alto por causa dos combates em curso “, disse o presidente do CVAS, Dr Abdulrahman Attar.

“Pelo que sabemos do ataque de ontem, houve uma violação flagrante do Direito Internacional Humanitário (DIH), o que é totalmente inaceitável. Deixar de respeitar e proteger os trabalhadores humanitários e estruturas pode ter sérias repercussões sobre as operações humanitárias em curso no país, privando milhões de pessoas da essencial ajuda para a sua sobrevivência “, disse Peter Maurer, o presidente do CICV.

“Hoje, a Federação Internacional da Cruz Vermelha e do Crescente Vermelho está de luto. Em solidariedade ao Crescente Vermelho Árabe Sírio, estamos convidando a comunidade internacional para garantir a proteção dos trabalhadores humanitários e voluntários. Nós não fazemos parte deste conflito”, disse Tadateru Konoé, o presidente da FICV.

Na Síria acontece um dos conflitos mais perigosos para os trabalhadores humanitários em todo o mundo. Durante os últimos seis anos, 54 funcionários e voluntários do SARC perderam suas vidas durante o exercício das suas funções.

O Movimento Internacional da Cruz Vermelha e do Crescente Vermelho reitera a sua exigência de que todas as partes no conflito venham a aderir as regras do direito internacional humanitário, que inclui proteger os trabalhadores humanitários.

Para mais informações acesse o link abaixo:

http://www.ifrc.org/en/news-and-media/press-releases/general/syria-attack-on-humanitarian-convoy-is-an-attack-on-humanity/

Leia mais sobre: , ,
Assine nossa newsletter

CURTA-NOS NO FACEBOOK

SIGA-NOS NO INSTAGRAM

  • Seja voluntrio! Acesse wwwcruzvermelhaorgbr e saiba como CruzVermelhaBrasileira
  • Em apoio ao Centro de Referncia Global de Primeiros Socorroshellip
  • Federao Internacional ter sede no Brasil Leia mais em wwwcruzvermelhaorgbr
  • Juventude da Cruz Vermelha Brasileira lana novo logo Leia maishellip